segunda-feira, 26 de maio de 2008

Atraso de Vida

Caro leitor, observando o título desta crítica, já deve imaginar qual o tema que vou abordar, o Nosso Amável Portugal.
Vivendo neste país, orgulho-me de dizer que somos recordistas. Recordistas de tudo o que é mau, recordistas das situações mais degradáveis da Europa.

Mas como diz o povo, "Os últimos são sempre os primeiros". Ao menos isso...
Será Portugal um país assim tão "desenvolvido"? Não vejo nada... Coincidência do "caraças"!!! Outros dez milhões, também não vêm... Acho que é preciso ir a Cuba, tratar os problemas de visão!!!
Ao longo dos últimos anos, Portugal tem coleccionado cada vez mais brilhantes recordes. É na Economia, é na Educação, é nas Finanças, é no Desemprego, é no Desenvolvimento e Progresso do País e, saliento ao caro leitor, que estes são apenas alguns.
Com um desenvolvimento incomparável a nível de recordes, temos de admitir... é absolutamente fantástico, este nosso Portugal.
Vejamos o seguinte exemplo: Se o caro leitor bem se lembra, Portugal e os "nuestros hermanos" (Espanha, para os mais ignorantes), entraram para a Comunidade Europeia, na mesma data. Mas, quando observamos Espanha, podemos tirar a seguinte e breve conclusão: Espanha, torna-se a cada dia, uma grande potência mundial. Portugal encontra-se, literalmente, na "MERDA".
Será que nem com tanto recorde, somos capazes de sair da cauda da Europa? Não, claro que não... porque viver em Portugal é um verdadeiro atraso de vida. E, como o povo diz: "o pior cego é aquele que não quer ver o que está a acontecer.




Ivan, 11ºB

5 comentários:

Fátima Inácio Gomes disse...

Aliás... tu deste um belíssimo exemplo desse "atraso"...

Ivan 11ºB disse...

Este texto é meu!!!

Fátima Inácio Gomes disse...

Como?!?!?!?!

Scorpionster disse...

chega-lhe ivan...

Fátima Inácio Gomes disse...

que grande confusão!!!! estes meus alunos... queriam todos rifados! eheheh