segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Tomem Lá Morangos!








Esta é, de facto, a fruta com que a TVI nos presenteia todos os dias da semana. Não é que não saiba que os frutos vermelhos são ricos em antioxidantes e, portanto, óptimos para a saúde… mas confesso que uma dose dupla todos os dias começa a não passar pela garganta. Porque será?
Será por causa dos “actores” não fazerem a mínima ideia que a palavra representar não é sinónima de falar com o “people” na esquina?
Não, não deve ser por causa disso. Afinal, com as roupas super fashion que eles usam quem é que vai reparar nas suas qualidades, ou não, enquanto actores?
Outra das coisas que me fascina na série é o facto dos alunos estarem com os amigos todo o dia, saírem todas as noites e mesmo assim conseguirem tirar altas notas. Acho que vou mandar um mail para me contarem qual é o segredo…
Contudo, o que dizem ser o grande motivo para o sucesso de audiências é o facto de se retratar o ambiente das escolas deste país. Algo que enche de orgulho o senhor José Eduardo Moniz.
Ora vejamos: as mesas, cadeiras e paredes são bem mais coloridas e modernas do que na minha escola.
Os quadros interactivos também ainda não chegaram, por cá continuamos a ter o velhinho quadro preto com o seu companheiro pau de giz.
No Inverno, as meninas da televisão continuam a usar as camisolas sexys sem mangas. Aqui os aquecedores não existem, por isso, os blusões que nos deixam parecidas com astronautas marcam sempre presença.
Mas nem tudo é pior. Os nossos professores não andam sempre a tentar tramar-nos com testes maquiavélicos, mas esforçam-se para que tenhamos os melhores resultados possíveis.
Ahhh!… os funcionários são fantásticos, pelo menos ainda nenhum foi preso por pirataria nem tentativas de homicídio.
Outra das vantagens são os nossos colegas. Ainda não assisti a nenhum que tentasse cortar o cabelo de outro, nem a outra brincadeirinha estúpida como esta.
Bom, as diferenças entre a realidade e ficção são notórias. Podem dizer que se trata de entretenimento, que se tudo fosse tal e qual a realidade seria uma “seca”!
Eu até posso concordar. Mas deixo umas dúvidas no ar: é este o tipo de programa que ajuda os jovens a enfrentar os problemas do seu dia-a-dia? Será benéfico para os milhares de crianças que vêem a série terem como ídolos e exemplos a seguir um “bando de gente” mimada, sem objectivos ou qualquer tipo de responsabilidades mas com uma carinha fantástica graças ao milagroso Clearasil?
De certeza que a resposta será sim!
Já agora quero aproveitar para felicitar a TVI pelas magníficas séries que constam na sua programação, nomeadamente Dr. House, Nip Tuck e The Office. Só é pena que, para ver estas produções internacionalmente conceituadas e premiadas, tenha de escolher entre ficar acordada até às 4 horas da manhã com café na mão e ir para a escola com umas olheiras lindíssimas ou aproveitar para faltar aos primeiros tempos de manhã.
Espero que a TVI, assim como as outras estações televisivas privadas e não privadas, continuem a prestar este maravilhoso serviço público. Mas deixo um conselho, arranjem alguns assistentes para o provedor do telespectador: é que o senhor já tem uma certa idade e desconfio que seja capaz de ver todas as cartas que lhe continuarão a chegar.





Tânia Daniela Falcão nº17 11º B

37 comentários:

Li disse...

Suponho que saibas tanto sobre a série porque apesar de a detestares, amarram-te ao sofá e obrigam-te a vê-la...

Anónimo disse...

Sim ja passei muitas tardes "amarrada ao sofá" a ver. O que não quer dizer que goste da série.
Se estás a ver tv e não está a dar nada de jeito, só um filme dum realizador que tu até nem gostas, tu podes começar a ver. Se no dia seguinte te perguntar sobre o filme tu vais me dizer cada pormenor. O que não quer dizer que tenhas gostado.

daniela falcão

Li disse...

Um filme vez uma vez para ficar esclarecida. Pelo contrário, para saberes bastante sobre uma série tens de a ver todos os dias, quando podes escolher passar esse tempo a ler, ou a fazer desporto, ou a ver outros canais.
Na minha opinião, tu aderes ao que queres - se escolhes ver muitas vezes uma série que não gostas (a ponto de saberes tantos pormenores do argumento), das duas uma, ou tens uma relação de amor-ódio com ela ou então tens um complexo masoquista. Mas isso sou eu que penso. :S

Anónimo disse...

vou só dar te um exemplo. No outro dia um dos meus professores falou sobre morangos com açúcar e perguntou se alguem se identificava com a série e se achava que esta tinha qualidade. A maior parte afirmou convictamente que não (incluindo eu). Mas de imediato ouviram-se as cenas dos últimos episódios... Pelo teu discurso pareceu-me que também vês a série. ??

Li disse...

LOL Não, não vejo. Não devo ver um episódio dessa série há mais de um ano, felizmente. Porque não tenho complexos masoquistas nem mau gosto, além de que tal como tentei evidenciar, pratico bastante desporto e leio e vejo outros canais. E, sinceramente, envergonha-me que na tua turma saibam os episódios. Na tua, e na de muitos outros. Deve ser assim que vamos para a frente...

Anónimo disse...

Hum.."Não devo ver um episódio dessa série há mais de um ano..." Quer dizer que chegaste a ver alguns... o mau gosto atacou te nesses dias, ou então o complexo masoquista. Acontece... Ahh e não te envergonhes com a minha turma ( principalmente comigo). Mas olha se por acaso um dia o mau gosto te atacar outra vez anda me perguntar como é que a série se está a desenrolar, sabes como é como não pratico muuuiiito desporto como tu sobra me sempre tempo para o complexo masuquista.

Daniela falcão

Anónimo disse...

*masoquista.

Li disse...

ya, o Mau Gosto e a Imaturidade atacaram-me nesses dias. Palavra que sim. Assumidamente. Tempos de 8ºano. Então não via? Via. E lia maus livros. E ouvia má música. E depois cresci. E também me orgulho disso. Agora o Mau Gosto não bate à porta, nem me amarra ao sofá. E a maturidade vai progredindo. Quanto ao desporto, é pena. Aconselham. Quanto ao masoquismo, já li sobre lâminas e chicotes e achei interessante, mas também achei que devia fazer mal - tal como o Mau Gosto.
Quanto à Vergonha. Nem é dos Morangos com Açucar. É de um diverso conjunto de factores e do rácio Má Qualidade/Aderência. (Também na minha turma acontece. O que é mau. Não é só na tua.)
No meio disto tudo, até gostei de debater o assunto.
Com os melhores cumprimentos, e menos ironia,
Liliana Freitas, 11ºG

Li disse...

*Nem é só dos Morangos com Açucar(...)

(correcção)

Fátima Inácio Gomes disse...

Uipi!!! Estas meninas aqueceram!!!... parece que andam a trabalhar muito a arte de argumentar! :D
Curiosamente, creio que ambas estão a falar do mesmo... ou não?!?!? Postei eu o artigo e não tive logo a oportunidade de comentar com a calma adequada e merecida... gostei do artigo porque está verdadeiramente crítico (e, no caso, Lili, até poderia ser crítica favorável... o objectivo não era avaliar gostos particulares). E, a primeira lei (que não sei se é de Murphy :p) é comentar aquilo que se conhece! De outro modo o artigo não teria valor. E, para se chegar às conclusões a que a Daniela chegou (e com uma dose bem gostosa de ironia)nem sequer é preciso ver muitos episódios... baste fazer zapping e para por alguns minutos: faz-se logo um bom levantamento. ;)

Ao que interessa: está bem redigido. Tem um bom título. Apresenta exemplos concretos. Ironiza q.b.
O único senão é ter a 1ª pessoa muito presente... não é tão comum no artigo crítico, como já tinha dito relativamente ao artigo da Joana.

Li disse...

Eu acho que está muito bem escrito. Muito mesmo. Só me faz um bocadinho de espécie a coisa do passarem a vida a criticar mas a ver... pronto... tenho direito ferver com estas coisas às vezes :D ou então não :S

Anónimo disse...

Ja lá vão tres aninhos desde o 8º ano.. para quem não via há mais de um ano.. está certo.
Agora SEM IRONIA (algo que me custa pois achei o teu discurso muito bom e não me importava de continuar).
Ao contrário do que disseste não vejo a série todos os dias, mas as vezes que vi, bastantes, serviram para "melhorar o meu gosto". Serviu para que, quando visse verdadeiros actores a representar conseguisse apreciar o seu talento.

Eu também gostei de debater, é pena que não tivesse tido mais intervenientes. Ainda vão a tempo!

Fátima Inácio Gomes disse...

Olha a que porta foste bater, Daniela! eheheh de...bater é mesmo com a Lili! :D o que uma professora sofre! *suspiro* eheheh
Mas olha que o artigo ainda só foi postado hoje e cada vez há melhores argumentadores por estas bandas... :D

Anónimo disse...

Obrigada.
E quanto a saber alguns promenores não é só zapping. Ter uma irmã de 7 anos também ajuda...
Agora mudando de assunto, acho que escreves (Liliana) mesmo muito bem, o discurso está fantástico.
E tenho a certza que a professora não se importa de sofrer com uma aluna como esta...

Anónimo disse...

*pormenor

Fátima Inácio Gomes disse...

Como esta e como mais algumas!... e alguns! ;-)
Mas eu vingo-me! também não vos devo fazer sofrer pouco! mwuuuuaaahhhh!

(as minhas filhotas também me mantêm actualizada... mas eu disse ridicularizei tanto os comportamentos e interpretações dos actores que elas também já não lhe acham graça nenhuma! eheheh)

Li disse...

Primeiro Ponto - 1 aninho como quem diz. Isto de não ter matemática também faz mal à mente, não é só o mau gosto. LOL (desculpem-me, hoje está-me a dar p'rá coisa.) Por acaso, foi bem visto: à dois anos que ando a dizer que é um aninho. Fogo, desisti mesmo dos números.

Segundo Ponto - Exma. Sra. Fátima Inácio Gomes, a professora sofre comigo, e eu sofro com o pó de amianto e a Sra. Dra. Maria de Lurdes Rodrigues sofre com as cartas. É justo. Penso que o Eça de Queirós, nosso egrégio avô se rebolou no túmulo por ver tamanho raciocínio justo. (Afinal o homem também gostava de coisas justas e iguais - embora que ele fosse Embaixador em Cuba, a Sra. Dra. Lurdes seja Ministra, e eu seja estudante... a gente lá chega...)

Terceiro Ponto - Estamos MESMO a precisar de mais intervenientes... eles fogem-me...

Quarto Ponto - Os anónimos simpáticos podiam deixar assinatura, e os que não são simpáticos também... :)


Ultima Nota - Roubei a dos egrégios avós à crónica do Jornal de Barcelos da semana passada. Peço perdão.

Fátima Inácio Gomes disse...

ahahaha!!!! Mas que brilhante silogismo!!! :D Nota 20!!! O seu egrégio avô (eu tb li a crónica... vá lá, até teve graça, tirando a foleirice final que já é tique... ou traque *evil mode on* do cronista) deve estar mesmo orgulhoso! Como eu estou... mas eu serei apenas egrégia, nada de avó! :D

Cláudia disse...

ei lá
"Vamos andar à porrada!!!" XD

ora, ñ quero, nem posso interpelar.
aa...ñ vejo televisão à mais de um mês (desde que fiquei sem a fox):x
*já trepo paredes

Oh Lili como é bom "ouvir-te"!*hug*

continuem a batalha (tão janota)...vou buscar pipocas eheh

Cláudia disse...

"vá lá, até teve graça"
sim...mas foi só um bocadinho.

Faria disse...

Se me é possivel deixar aqui a minha marca neste debate que se tambem se me é permitido dizer a plenos pulmoes se parece ja com uma cruzada entre bem e mal tenho de confessar que enquanto pequeno infante eu era, tambem via os tao "adorados" "morangos" mas desde a segunda serie que nao acompanho mas a prova de que de o facto de vermos uma hora por mes de "morangos" é o bastante para ter uma "vaga" ideia do que se passa. dou o seguinte exemplo o qual se passou comigo. Depois de ter passado dois meses sem ver um unico programa que se encaixe no que eu agora considero o novo "horario nobre" fiquei estupfacto com o facto de bastar ver a primeira investida da tarde de "morangos" para perceber aquilo que se passou no espaço de dois meses na semi utupia dos "morangos"...claro está continuo estupfacto com o facto de a serie ser ainda tao ma que nos basta ver meia duzia de episodios para fazermos uma adivinhaçao muito apurada (e sem usar tarot ou buzios atençao!) de como acaba a historia "amorangada" e que mesmo depois de 3 ou 4 series ainda nao melhorou (vejam la deduzi isto tudo apenas pelo primeiro episodio da tarde nem quero imaginar se tivesse visto o segundo o qual nao vi).

Fátima Inácio Gomes disse...

Que grande crítico me saiste, Faria! Digamos que professional, mesmo! :D Bastou um único episódio para chegares a um texto tão apurado... (tirando os "u" que encaixas para aí!... :P). Verdade seja dita: tens toda a razão! eheheh

Faria disse...

Nas palavras da Drª Srª Professora e passo a citar "tu escreves ao sabor da pena" lol

Fátima Inácio Gomes disse...

Ui!... não ficou o itálico em "profEssional"... :S

Eu gosto de "penas" inspiradas... mas a ver ser não as tenho que "depenar" por causa dos erros, gralhas, whatever...

Faria disse...

O artista nao pode voar se estiver acorrentado...na minha opiniao...

Fátima Inácio Gomes disse...

E não é que este pessoal já anda a aprender uma coisas da nobre arte da argumentação!... ando a criar um monstro... eheheh

Anónimo disse...

gostos sao gostos e nao se discutem, segundo o meu prof d fil ate se discutem mas pronto e' o que se costuma dizer =)...nao gosto dos morangos com açucar, e confesso que a floribella e mais interessante (mentirinha)...xD
se fosse a Daniela tinha ficado chateada com a Liliana. la por uma pessoa nao gostar de uma coisa nao tem de censurar a outra porque essa gosta... e e' que nem todas as pessoas tem oportunidade de ter mais do que 4 canais naquela caixinha a que todos chamamos de televisao que nos faz sonhar e pensar... liliana experimenta um dia por volta das 19h veres o que esta a dar nos 4 canais da tv e dps diz a escolha que farias... (a minha e desligar a tv,porque para ver os morangos o rocha ou o gordo mais vale dormir uma soneca antes de jantar...)

denise, loures

Anónimo disse...

fiquei intrigada com a troca de galhardetes que duas destas alunas trocaram... que vergonha...
se bem que ironizado parecia um daqueles programas dos srs ministros...

mariana cassama disse...

bem já vi que as coisas por aqui estavam mais ou menos como eu negras!lOoOOl!
mas acho sinceramente que tanto o conteudo da novela e o elenco nao é muito bom,digamos assim!eu posso dizer eu de vez em quando vejo a série,pois tenho uma irma de 9 anos e mesmo que nao quisesse saber nada do que lá se passava era impossivel,porem como a lili sabe desde que me conhece o meu grande sonho sempre foi ser actriz,eu adoro representar e acreditem que se me convidassem para ir para os morangos ou fazer teatro de rua,preferia a segunda opçao é óbvio..........e voces no vosso pequeno debate destacaram muito as vossas opinioes pessoais,e nao é isso que está em causa!!

Li disse...

Liliana experimenta um dia por volta das 19h veres o que esta a dar nos 4 canais da tv e dps diz a escolha que farias... (a minha e desligar a tv,porque para ver os morangos o rocha ou o gordo mais vale dormir uma soneca antes de jantar...) ... era aí que eu queria chegar, cada um adere ao que quer.

Anónimo disse...

A verdade é que continuam a dizer que não gostam, sinal de que veem. Parece que não sou a única. Outra das verdades é que a série é um sucesso de audiências e eu duvido que haja alguém que diga que os actores são bons e que a série tenha qualidade.
Fico contente que o artigo tenha originado todo este debate mas já agora agradecia que dissessem o que acham do artigo (modo como está redigido, etc...)

continuem a comentar...

Daniela Falcão;)

Anónimo disse...

Cá para mim achava que vocês deviam andar à porrada, sempre era mais divertido e não obrigavam ninguém a ler as vossas parvoices desnecessárias e infantis, se a daniela gosta de apreciar os rapazes deixem-na estar que esta na idade e ninguém deve meter a unha.
João Paulo

Anónimo disse...

Acho que se estão a desviar do assunto. Eu escrevi um artigo a criticar (negativamente)Os Morangos com Açúcar, o que está em causa é se a série é boa ou não!!O que eu acho é que toda a gente diz que a série é pessima mas parece que têm vergonha de assumir que a veem nem que seja 5 minutos de vez em quando.

Daniela Falcão

Anónimo disse...

Acho que se estão a desviar do assunto. Eu escrevi um artigo a criticar (negativamente)Os Morangos com Açúcar, o que está em causa é se a série é boa ou não!!O que eu acho é que toda a gente diz que a série é pessima mas parece que têm vergonha de assumir que a veem nem que seja 5 minutos de vez em quando.

Daniela Falcão

Cláudia disse...

"já agora agradecia que dissessem o que acham do artigo (modo como está redigido, etc...)"

@eee Alguém se esqueceu...Casca-LHE Daniela Falcão XD

@João Paulo, ninguém obriga ninguém (agora lembrei-me do Ciclope :p) a ler os comentários.

Fátima Inácio Gomes disse...

Oo.... Olha o meu espanto! Assoberbada como tenho andado com os outros artigos, tinha já perdido o rasto a este... tanta participação. Pelos vistos, os Morangos sempre são um fenómeno que seduz muitos *evil* eheheh

Faria disse...

eu diria que podemos retratar aqui o star wars na parte "come to the dark side of the force" o problema é que pelo que parece muita gente adere ao "dark side of the force" e isso começa a preocupar.m (tenho pena de todos os lukes mas ainda ha tempo)