sábado, 18 de junho de 2011

Cinzas de José Saramago depositadas junto à Casa dos Bicos


No 1º aniversário da sua morte, Saramago volta a Portugal.

As suas cinzas foram, hoje, depositadas por baixo de uma oliveira centenária que foi, propositadamente, transplantada da Azinhaga do Ribatejo (onde Saramago nasceu) para Lisboa. A oliveira, um banco à sua sombra, e uma placa com a frase, do Memorial do Convento, "Mas não subiu para as estrelas, se à terra pertencia" aguardam-nos, para sentir Saramago e as histórias assombrosas que criou, em frente à Casa dos Bicos, futura Fundação José Saramago. 

Bem-vindo, Saramago! Lá iremos.

3 comentários:

Cristina disse...

Iremos, pois! :)

Fátima Inácio Gomes disse...

;-)

Cláudia disse...

MESTRE OBRIGADA SACANA SARAMAGO AVÔ