sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Tentação...

O desafio foi fazer uma descrição sobre um objecto, um espaço... A Mayara aceitou o desafio :)



   E lá está ele. Ele que se julga o tal. Ele que sempre gosta de ser o centro das atenções.

   Aquele egocêntrico pelo qual a maioria das mulheres corre atrás. Quando passa, deixa qualquer mulher perdida com o seu cheiro. Aquela doce tentação, desejado pelas mulheres mais cobiçadas do mundo e até mesmo por alguns homens. Ainda me lembro da sua pele macia, o toque nos meus lábios, o seu sabor que derretia na minha boca… quando se começa, raramente se consegue parar. O seu conjunto torna-o irresistível. É por isso que já nem arrisco, prefiro nem lhe tocar, com medo de não conseguir parar. Ele passa com aquele ar de superioridade e pisca-me o olho. Espera que eu vá atrás dele, ah coitado! Bem pode esperar sentado, porque não irei cair na tentação. Não irei ser mais uma louca apaixonada por ele. Não entrará, de certeza, na lista dos meus vícios. Ele julga-se perfeito, o melhor de todos. Mas comigo não brinca, de mim não irá conseguir nada além de indiferença. Um dia ele vai acordar para a realidade e ver que, afinal, não é assim tão especial, e nesse dia estarei lá, na primeira fila, para vê-lo cair. Tanto me provocou e tanto me irei rir. O mal das mulheres é fazerem dele um “pecado bom”, uma perdição. No fundo, ele não passa dum conjunto de ingredientes ditos saudáveis. É comercializado pelo mundo fora como um calmante, um anti-depressivo, uma alegria para as crianças, algo calórico à espera de ser consumido.

   De vários tamanhos e feitios, sentado nas prateleiras dos supermercados, lá está ele: o maldito chocolate! 












Mayara, 10º A

1 comentário:

Mayara Rodrigues disse...

Adorei fazer esta descrição e obrigada à professora por o ter postado no blog. (: