terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Big Show Morte


Era capaz de premir o gatilho? É dos que acredita que a Justiça deve ser um carrasco? Não? Então, certamente, não é a favor da pena de morte.
Mas pensaria o mesmo se a sua família fosse assassinada? Nesse caso, poderia o seu sentido de justiça sucumbir ao sentimento de vingança? É fácil sermos correctos, isentos, mostrarmos grande civismo e compaixão quando somos espectadores distantes de uma tragédia alheia.
Talvez o problema seja exactamente esse: o espectáculo da morte. Mais do que castigar o criminoso, a pena de morte apazigua a consciência social. Por isso, o espectáculo. Com toda a evolução de séculos, chegamos ao ponto em que as execuções em praça pública parecem estar de volta. A Internet encarregou-se disso. Por isso, terão de ser os Estados, os governantes, a erradicar a institucionalização da Morte. Cabe aos Governos educar, sensibilizar para os valores Universais... Não o poderá fazer quando parte do próprio governo a retaliação pela morte. Com que legitimidade poderá julgar tanto a acção individual como a dos outros Governos, quando o próprio aceita a pena de morte?
Aceitar a pena de morte é aceitar premir o gatilho. Pode ser tão vasto o leque de motivos que legitimem esse acto hediondo que seria redutor, senão injusto e até mesmo perigoso, determinar que uns são mais válidos do que outros.
Errar é humano. Perdoar é divino. Executar...?




10ºG, texto argumentativo colectivo.

7 comentários:

Li disse...

ahaha! Para não variar, abro eu os comentários.

COMENTEM praí... O meu já está feito...
http://nolimiardaspalavras.blogspot.com/2007/01/big-show-morte.html



Lili 10ºG

Fátima Inácio Gomes disse...

Bravo!!! Agora esperemos pelas reacções! ;) Não tarda começo a espetar o meu aguilhão, se este pessoal não acorda! :D

Paulinha disse...

O esforço valeu a pena!!!
ficou muito "engraçado" o nosso textinho!! :]

só podia ,né!?
"é nosso"!!!



Paulinhah 10ºG

Fátima Inácio Gomes disse...

Gostei muito da imagem!!! Boa escolha!

Fátima Inácio Gomes disse...

Devo acrescentar que, ao que demorou para chegarmos a consensos, me fez quase mudar de ideia relativamente ao tema e passar a defender a pena de morte... para matar alguns alunos da turma!!!! :P

Li disse...

xD ... não se podem abrir excepções, lembra-se? :P é esse o espírito... :D

ma-fada disse...

fantastico! realmente faltam vozes conscientes que coloquem as questoes politicamente incorrectas deste nosso mundo "moderno". ;)